Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 11 de Junho às 16h07

Anvisa debate liberação do cultivo de Cannabis para fins medicinais

Se parecer for aprovado, proposta será levada à consulta pública

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realiza, nesta terça-feira (11), a partir das 10h, a 14ª reunião pública de 2019 e pauta inclui duas propostas de consultas públicas relacionadas à regulamentação da Cannabis spp. A primeira delas é sobre os requisitos técnicos e administrativos para o cultivo da planta, única e exclusivamente para fins medicinais e científicos.

A outra tratará dos procedimentos para o registro e monitoramento de medicamentos produzidos à base de Cannabis spp, seus derivados e análogos sintéticos. As duas matérias têm relatoria do diretor-presidente da Anvisa, William Dib.
Também será avaliada a proposta de consulta pública para alteração da monografia do ingrediente ativo de agrotóxico P54 ? Proexadiona Cálcica, que teve relatoria do diretor Renato Porto. Ele também apresentará uma proposta de abertura de processo administrativo de regulação para alterar a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 7/2010, que trata de requisitos para funcionamento de Unidades de Terapia lntensiva.

Renato Porto tratará, ainda, de outras duas pautas: enquadramento de soluções salinas para lavagem da cavidade nasal; e proposta de Audiência Pública sobre dispositivos eletrônicos para fumar. A programação do dia será finalizada com o julgamento de recursos administrativos.

A atividade será realizada na Sala de Reuniões da Dicol, que fica no Bloco E (térreo) da sede da Agência, em Brasília (DF) ? Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), trecho 5, Área Especial, n. 57.
Participação na reunião

A participação social nesse processo será garantida com o acolhimento das manifestações e contribuições, que poderão ser encaminhadas durante todo o período da Consulta Pública. Este instrumento possibilita o debate e o acolhimento das contribuições de todos os interessados.

Fonte: Guia da Farmácia
Link: https://guiadafarmacia.com.br/anvisa-debate-liberacao-do-cultivo-de-cannabis-para-fins-medicinais/

Veja também

Entenda o que muda com a lei que amplia serviços oferecidos por farmácias21/10 Com lei sancionada, farmácias gaúchas poderão fornecer serviços e procedimentos como coleta de amostras de sangue por punção capilar, inalação e nebulização e realização de curativos de pequeno porte O governador Eduardo Leite sancionou uma lei que amplia os serviços e os produtos que podem ser oferecidos pelas farmácias. Dessa forma, incluindo terapias complementares como o reiki, a cromoterapia e as terapias......
Idosos que tomam vitamina D têm melhor memória, mas maior risco de queda15/03 Um estudo feito com mulheres idosas mostrou que a ingestão de três doses de vitamina D a mais do que a recomendação diária provocou uma melhora na memória e no aprendizado das voluntárias, mas piorou o tempo de reação delas. Os pesquisadores acreditam que......

Voltar para Notícias