Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 09 de Outubro de 2019 às 09h38

Anvisa disponibiliza solução para pagamento online

Com a nova plataforma de pagamento eletrônico, o prazo para compensação dos pagamentos à Agência será agilizado.

Intitulada PagTesouro, a nova plataforma disponibilizada pelo Tesouro Nacional possibilitará o pagamento das Taxas de Fiscalização de Vigilância Sanitária (TFVS) pela opção de débito online. A novidade está disponível a partir desta terça-feira (8/10) para todos os usuários do Sistema Solicita.

Com a inovação, o prazo para compensação dos pagamentos à Anvisa, que hoje chega a ser de até dois dias úteis, passará a ser praticamente instantâneo. A protocolização das petições ocorrerá em até 30 minutos após a confirmação do pagamento.

Inicialmente, a plataforma será disponibilizada apenas para clientes do Banco do Brasil. As empresas que não puderem, por enquanto, utilizar este serviço terão a opção de pagamento por boleto, que permanecerá disponível juntamente com o PagTesouro.

Por: Ascom/Anvisa
Link: http://portal.anvisa.gov.br/noticias

Veja também

Tecnologias alteram consumo no varejo farmacêutico10/09/19 A principal alteração de consumo no varejo farmacêutico causada pela tecnologia é a automação do processo de compra. Ao invés de ir até o estabelecimento é possível enviar os itens necessários para o consumidor antes de ele ter a necessidade As tecnologias podem influenciar a forma de consumo no varejo farmacêutico. A principal transformação em curto prazo talvez seja na automação do processo de compra. Ou seja,......
Vendas no grande varejo farmacêutico têm alta de 10%10/10/19 As vendas no varejo farmacêutico cresceram 10% e a comercialização dos MIPs avançou 19,65% no período, totalizando R$ 5,92 bilhões As vendas no varejo farmacêutico cresceram 10% e a comercialização dos MIPs avançou 19,65% no período, totalizando R$ 5,92......
Remédios podem ter imposto zero com reforma tributária05/08/19 O ex-deputado federal Luiz Carlos Hauly, afirma que até o fim do ano, os medicamentos deverão estar isentos de tributação ou com uma alíquota próxima a 3% Até o fim do ano, os medicamentos deverão ter imposto zero, ou seja, estar isentos de tributação ou......

Voltar para Notícias