Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 22 de Março de 2019 às 08h49

Aprovada nova opção de tratamento para o câncer

Produto é o primeiro biossimilar do bevacizumabe a ser registrado no Brasil

Mais uma opção de tratamento para o câncer passa a estar disponível no mercado. É que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, nesta segunda-feira (11), o registro do medicamento biológico Mvasi (bevacizumabe).

O produto é o primeiro medicamento biossimilar do bevacizumabe a ser registrado no Brasil e teve seu registro concedido pela via de desenvolvimento por comparabilidade, de acordo com a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 55/2010. O medicamento Avastin foi utilizado como comparador.

Assim, o Mvasi promete ser mais uma opção de tratamento do câncer em diversas esferas. Entre eles:

-> Câncer colorretal metastático (CCRm);
-> Câncer de pulmão de não pequenas células localmente avançado, metastático ou recorrente (CPNPC);
-> Câncer de mama metastático ou localmente recorrente (CMM);
-> Câncer de células renais metastático e/ou avançado (mRCC);
-> Câncer epitelial de ovário, tuba uterina e peritoneal primário;
-> Câncer de colo do útero.

Entenda os biossimilares


Os produtos biossimilares são aqueles biológicos registrados pela via de desenvolvimento por comparabilidade entre o produto desenvolvido para ser comparável e o produto biológico comparador, em termos de qualidade, eficácia e segurança.

A legislação utilizada para o registro de biossimilares no Brasil é a RDC 55/2010. Devem ser apresentados, entre outros requisitos, informações suficientes para predizer se as diferenças detectadas nos atributos de qualidade entre os produtos resultam em impactos adversos na segurança e na eficácia do biossimilar.

Fonte: Guia da Farmácia

Link: https://guiadafarmacia.com.br/nova-opcao-de-tratamento-para-cancer/

Veja também

Novo sistema estabiliza oferta de medicamentos no Farmácia Popular09/04/19 Ministério da Saúde também informa que o Aqui Tem Farmácia Popular não terá repasse reduzido O Ministério da Saúde informou que a instabilidade pontual verificada em algumas unidades do Farmácia Popular já foi regularizada com a nova versão que traz melhorias na segurança de acesso ao sistema. Segundo o MS, a instabilidade se deu quando houve a migração da estrutura arquitetural do programa, iniciada em dezembro......
10 dicas para vender mais em 201913/03/19 A expectativa é de que a mudança de governo e a aprovação de reformas impulsionem a economia brasileira; o varejo farmacêutico precisa estar preparado para aproveitar o bom momento que se aproxima. O objetivo é ter ainda mais prosperidade no novo ano O......
Senado volta a discutir fracionamento de remédios19/08/19 O projeto de lei que discute o fracionamento de remédios recebe apoio da Anvisa e é criticado pela Abrafarma e pela indústria É comum que as pessoas recorram diretamente a uma farmácia para se medicarem. Isso ocorre , especialmente quando o que sentem não......

Voltar para Notícias