Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 22 de Março de 2019 às 08h49

Aprovada nova opção de tratamento para o câncer

Produto é o primeiro biossimilar do bevacizumabe a ser registrado no Brasil

Mais uma opção de tratamento para o câncer passa a estar disponível no mercado. É que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, nesta segunda-feira (11), o registro do medicamento biológico Mvasi (bevacizumabe).

O produto é o primeiro medicamento biossimilar do bevacizumabe a ser registrado no Brasil e teve seu registro concedido pela via de desenvolvimento por comparabilidade, de acordo com a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 55/2010. O medicamento Avastin foi utilizado como comparador.

Assim, o Mvasi promete ser mais uma opção de tratamento do câncer em diversas esferas. Entre eles:

-> Câncer colorretal metastático (CCRm);
-> Câncer de pulmão de não pequenas células localmente avançado, metastático ou recorrente (CPNPC);
-> Câncer de mama metastático ou localmente recorrente (CMM);
-> Câncer de células renais metastático e/ou avançado (mRCC);
-> Câncer epitelial de ovário, tuba uterina e peritoneal primário;
-> Câncer de colo do útero.

Entenda os biossimilares


Os produtos biossimilares são aqueles biológicos registrados pela via de desenvolvimento por comparabilidade entre o produto desenvolvido para ser comparável e o produto biológico comparador, em termos de qualidade, eficácia e segurança.

A legislação utilizada para o registro de biossimilares no Brasil é a RDC 55/2010. Devem ser apresentados, entre outros requisitos, informações suficientes para predizer se as diferenças detectadas nos atributos de qualidade entre os produtos resultam em impactos adversos na segurança e na eficácia do biossimilar.

Fonte: Guia da Farmácia

Link: https://guiadafarmacia.com.br/nova-opcao-de-tratamento-para-cancer/

Veja também

Senado reabre discussão sobre fracionamento03/07/19 A proposta para tornar compulsória a venda de medicamentos fracionados nas farmácias e drogarias, por meio do projeto de lei 98/2017, foi reaberta pelo Senado e deve ser debatida ainda neste mês em audiência pública. Previsto em decreto de 2006 e em resolução da Anvisa do mesmo ano, o modelo que permite ao paciente adquirir somente o número de unidades indicadas na receita médica é visto com preocupação pelo varejo......
Uso consciente de antibióticos: entenda benefícios e riscos19/06/19 Nem toda infecção precisa deste tipo de medicamento Você sabia que nem toda infecção precisa de antibióticos? No Brasil, vivemos a ?cultura de antibióticos?, na qual pacientes esperam receber o medicamento e médicos banalizam sua prescrição. No entanto,......
Como oferecer uma alimentação adequada e saudável na infância05/06/19 A obesidade infantil é um problema de saúde pública que pode provocar várias consequências para o futuro, como o surgimento de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, entre outros. Mas como oferecer uma alimentação adequada e saudável para as crianças......

Voltar para Notícias