Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 27 de Agosto de 2019 às 08h17

Como lidar com as aftas

Pequenas feridas que incomodam bastante! Assim são as aftas. Bem dolorosas, elas aparecem na boca, mais comumente nas mucosas dos lábios, língua e bochechas. Uma das características clínicas mais aparente é ser uma ferida recoberta por uma membrana amarelo-acinzentada, envolvida por um halo vermelho, cicatrizando em até 14 dias, normalmente.

Para orientar como tratar esse problema de saúde que, apesar de não ser muito grave, incomoda bastante, o Blog da Saúde conversou com o cirurgião-dentista estomatologista do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina e vinculado à Rede Ebserh, Marcus Setally. Na entrevista, ele explica o que é afta, como impacta no organismo, as causas e qual é o melhor tratamento.



Blog da Saúde: O que é afta?

Marcus Setally: Aftas são pequenas feridas que aparecem na mucosa bucal (nas gengivas e embaixo da língua, por exemplo) e podem estar associadas a uma alteração nos hábitos nutricionais, já que o incômodo causado pela afta pode dificultar a alimentação. Essas pequenas feridas normalmente são ovais, recobertas por uma membrana amarelo-acinzentadas e bem delimitadas por um halo avermelhado, bastante doloridas.

Quais são as causas?

Não tem uma causa definida, mas tem causas multifatoriais relacionadas. Podem aparecer como pequenos machucados, com histórico de episódios recorrentes em um mesmo mês ou no ano. Assim, o surgimento da afta está relacionado a muitos fatores, como disfunção imunológica, ansiedade, alterações nutricionais e hereditariedade, sendo mais comum em adolescentes e adultos jovens.

Todo machucado é afta?

É importante diferenciar a afta das outras mucosites (inflamação das mucosas) que podem aparecer na mucosa bucal. A mucosite é um termo geral que está associado à inflamação (dolorida, podendo apresentar como causa o trauma físico, químico e outros fatores sistêmicos (do organismo), semelhantes à afta, mas não é. O machucado causado por uma escova dentária, por exemplo, não é uma afta.

Quais são os sintomas?

É comum arder e doer a parte afetada, aparecendo com frequência abaixo da língua, nas bochechas, na parte interna dos lábios, podendo ser difícil engolir alimentos condimentados, ácidos e líquidos mais cítricos quando as aftas aparecem em grande número. Normalmente elas cicatrizam em até 14 dias e reaparecem frequentemente. Daí, por exemplo, pode causar algum problema nutricional por falta de alimentação adequada.

Qual é o diagnóstico e tratamento?

Como na literatura científica não existe uma causa precisa, tratamos a afta como uma doença multifatorial (com várias causas associadas). Existem alguns tratamentos que podem ser locais (aqueles que aplicamos diretamente na afta) ou sistêmicos (que são aqueles remédios que ingerimos). Os tratamentos locais são mais seguros para o paciente e têm um efeito maior. Atualmente, o tratamento se dá por meio do uso de pomadas e/ou soluções contendo substâncias anestésicas, analgésicas e anti-inflamatórias.

Blog da Saúde
Link:http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/53953-como-lidar-com-as-aftas

Veja também

Automedicação, um costume perigoso22/05/19 Um analgésico para a dor de cabeça, anti-inflamatório e relaxante muscular depois daquela atividade física mais intensa, descongestionante nasal e expectorante contra o resfriado... Para se verem livres desses sintomas, 85% dos brasilienses, a partir dos 16 anos, admitem fazer uso de remédios sem nenhuma prescrição médica ou farmacêutica, número que ultrapassa a média nacional de 79%. Os índices — levantados pelo......
Autorização de Funcionamento: 1.350 novas farmácias no país24/04/19 Anvisa concede, de uma só vez, autorização que permite o funcionamento regular de 1.350 farmácias e drogarias no país. Uma alteração na regulamentação da Anvisa acelera a abertura de novas farmácias e permite a geração de empregos no país. Por meio da......
Um em cada cinco brasileiros usa o celular enquanto dirige25/06/19 Dados são de pesquisa feita pelo Ministério da Saúde Dados do Ministério da Saúde revelaram que 19,3% da população das capitais brasileiras usam o celular enquanto dirigem. Isso significa que de cada cinco pessoas, uma afirmou que comete esse ato. A......

Voltar para Notícias