Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 07 de Agosto de 2019 às 07h54

Como prevenir a infecção urinária

Dor e/ou ardor para urinar, peso na bexiga, sensação de urgência e/ou dificuldade para urinar, são sintomas associados à infecção urinária

Vontade intensa de ir ao banheiro, ardência e dor ao urinar são alguns dos principais indicativos da infecção urinária. O problema pode ocorrer em qualquer parte do sistema urinário. A infecção urinária pode ser recorrente ou não, complicada ou sem perigo, dependendo do organismo de cada pessoa.

De acordo com o urologista do Hospital 9 de Julho, Dr. Flávio Arêas, a infecção urinária é uma resposta inflamatória na via urinária que pode ser causada por agentes microbianos (bactérias, vírus, fungos ou outros parasitas). O problema acontece principalmente devido a um desequilíbrio entre os mecanismos de defesa do hospedeiro e os fatores de virulência (agressividade) dos agentes microbianos.

De acordo com o urologista do Hospital Sírio-Libanês, Dr. Flavio Trigo, o problema é mais comum nas mulheres. Devido ao menor comprimento da uretra, é mais fácil a bactéria entrar na bexiga em comparação com o corpo masculino. Outro impulsionador é o fato de a vagina e o ânus estarem mais próximos, favorecendo essas contaminações. Com o avançar da idade, aumentam as chances de infecção nos homens por doença prostática e nas mulheres pela menopausa.

Dicas para prevenir a infecção urinária
A prevenção é o melhor caminho para que o paciente não sofra. Um dos hábitos mais importantes é o de beber bastante água, para lavar a uretra. O ideal é que a pessoa urine ao menos quatro vezes ao dia com a urina clara e límpida.

?Para prevenir a infecção, é necessário diminuir a quantidade de bactérias na região: ter uma boa higiene íntima, beber bastante água e o intestino tem que funcionar bem todo dia. Como a bactéria mais comum está presente no intestino, ir ao banheiro com uma boa frequência faz com que ela seja ?jogada fora?. Tanto a constipação quanto o quadro diarreico podem piorar o problema?, comenta o urologista da BP ? A Beneficência Portuguesa de São Paulo, Dr. Cesar Nardy Zillo.

De acordo com ele, não é indicado o uso de absorventes diários, para que a região íntima possa ?respirar?. Além disso, ter uma boa higiene íntima antes de relações sexuais, ter lubrificação (para não causar microtraumas na uretra) e urinar após a relação também são maneiras de prevenir a doença.

Fonte: Guia da Farmácia

Veja também

STF limita acesso a medicamento sem registro na Anvisa23/05/19 O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na última quarta-feira, 22 de maio, que o Estado não pode ser obrigado a fornecer medicamento experimental ou sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), salvo em casos excepcionais. A decisão foi tomada, por maioria de votos, no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 657718, com repercussão geral reconhecida, de relatoria do ministro......
Prescrição médica digital e farmácias: esta relação pode dar certo?13/06/19 A realidade, o dia a dia, o perfil das farmácias e drogarias no Brasil e também de seus clientes vêm mudando muito nos últimos anos. Com uma base atualizada em tempo real com referências de milhares de medicamentos, uma ferramenta tecnológica traz mais......
Cientistas descobrem estágios iniciais do mal de Parkinson14/10/19 Estudo teve participação de pesquisadores brasileiros Pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da University of Virginia School of Medicine, dos EUA, descobriram os estágios iniciais da doença de Parkinson. O estudo com a conclusão......

Voltar para Notícias