Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 13 de Março de 2019 às 19h23

Genéricos são os mais buscados por brasileiros

Do total de consumidores, 37% compraram medicamentos genéricos, 32% de marcas e 31% uma mescla dos dois tipos, segundo uma pesquisa feita pela Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrabar).



De acordo com o presidente da Febrafar, Edison Tamascia, os genéricos venceram a desconfiança inicial que enfrentaram no mercado e, atualmente, fazem parte das escolhas dos clientes, possuindo grande potencial competitivo por causa da economia que proporciona.



Ainda segundo o estudo, 45% dos consumidores acabaram comprando produtos diferentes do objetivo inicial e quase totalidade desses clientes buscavam economia. Somente 24% compraram exatamente o que foram comprar, 31% modificaram parte da compra e 45% trocaram os medicamentos por vontade própria ou por indicação dos farmacêuticos.

Fonte: https://guiadafarmacia.com.br/genericos-sao-mais-buscados-pelos-brasileiros/

Veja também

Cientistas descobrem estágios iniciais do mal de Parkinson14/10/19 Estudo teve participação de pesquisadores brasileiros Pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da University of Virginia School of Medicine, dos EUA, descobriram os estágios iniciais da doença de Parkinson. O estudo com a conclusão foi publicado hoje (11) no jornal Communications Biology. A pesquisa demorou três anos para ser concluída. A próxima etapa será o rastreamento de drogas que......
Lei geral de proteção de dados obriga farmácias a se adequarem08/07/19 A implementação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) deve ocorrer com urgência nas empresas da área da saúde devido ao caráter de suas informações Entrará em vigor em agosto de 2020 a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e sua......
Junho Vermelho: campanha destaca a importância da doação de sangue06/06/19 O mês de junho é tipicamente o período que as temperaturas começam a cair, propiciando aumento da incidência de infecções respiratórias, além da temporada de provas em universidades, escolas e do início das férias escolares. Por isso é o período em que se......

Voltar para Notícias