Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 26 de Março de 2019 às 14h11

Goiás terá quase R$ 1 bilhão em investimentos industriais

O programa Produzir, vinculado à Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços, aprovou, em reunião ordinária, novos projetos que preveem investimentos industriais no Estado.

A segunda reunião ordinária, de 2019, do Conselho Deliberativo do Programa Produzir, que aconteceu na última sexta-feira, 22, aprovou projetos que irão gerar aportes financeiros fixos no valor de R$ 970,7 milhões.



Esse valor será incorporado à economia goiana através de implantação e ampliação de projetos. A sessão foi presidida pela Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços.

Os projetos aprovados estão com investimentos direcionados aos municípios de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Rio Verde, Pires do Rio e Anápolis.



As empresas a serem implantadas e que investirão na expansão de suas plantas industriais, vão gerar 242 novos empregos diretos nas cidades em que serão instaladas ou ampliadas e outros tantos indiretos, como consequência natural das atividades complementares que provocam nas economias desde o destino até à origem de seus produtos.

Aparecida de Goiânia vai receber uma indústria nova de motocicletas e quadriciclos, a Bull Motocicletas. O projeto prevê ainda a produção peças e acessórios para a linha de montagem.



Outro grande investimento se destinará a Anápolis, ao Distrito Agroindustrial Daia, para onde foi aprovado investimentos de grande porte para a construção de uma indústria de medicamentosalopáticos, com geração de 60 empregos diretos. ?Um importante aporte e a demonstração de que o nossos Polos, tanto o Farmacêutico quanto o automobilístico continua atraindo capital empresarial pela sua solidez e situação estratégica no centro do País?, comemorou o superintendente César Moura.



Pires do Rio também foi contemplada com importantes investimentos da holden Nutriza Agroindustrial, cujo mercado principal em toda a região Centro Oeste destina-se ao comércio de material voltado para o setor de agricultura e pecuária, avicultura e suinocultura, além de outros itens complementares do gênero.



As boas notícias sobre investimentos no Estado não se limitam aos benefícios fiscais concedidos pelo Programa Produzir. A Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás tem trabalhado diuturnamente no sentido de atrair novas empresas e promover o desenvolvimento regional de Goiás. ?Nós vamos regionalizar a industrialização do nosso Estado. Temos trabalhado muito pra isso. Estamos vivenciando um novo formato de governo que não tem espaço para irresponsabilidade?, garante o secretário Wilder Morais.

Fonte: Panorama Farmacêutico
Link: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/03/25/goias-tera-quase-r-1-bilhao-em-investimentos-industriais/

Veja também

Senado volta a discutir fracionamento de remédios19/08/19 O projeto de lei que discute o fracionamento de remédios recebe apoio da Anvisa e é criticado pela Abrafarma e pela indústria É comum que as pessoas recorram diretamente a uma farmácia para se medicarem. Isso ocorre , especialmente quando o que sentem não lhes parece tão grave. Afinal, o farmacêutico é o agente de saúde mais à mão embora não possa entregar ao paciente remédios cuja prescrição seja reservada a......
Crescimento do setor de Dispositivos Médicos foi de 13,5% em 201820/03/19 O setor de Dispositivos Médicos registrou alta de 13,5% no acumulado de 2018, segundo dados que acabam de ser divulgados no Boletim Econômico da Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde ? ABIIS. Só no ano passado, este mercado movimentou US$ 10,5......
Venda de remédio ainda é um bom negócio, apesar da recessão10/09/19 As vendas de remédio até julho deste ano somam R$ 32,9 bilhões no Brasil. Remédios pra pressão e diabetes lideram as vendas No Brasil, foram comercializados 4,2 bilhões de caixas de medicamentos em 2018, o que representa em valores R$ 62,5 bilhões. Já em......

Voltar para Notícias