Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 18 de Abril às 09h41

Mitos e verdades sobre osteoporose

Doença já acomete 10 milhões de brasileiros

A osteoporose é uma patologia que acelera a perda de massa óssea, deixando os ossos mais frágeis e porosos. Ela costuma surgir na terceira idade e provoca a diminuição da absorção de minerais e de cálcio. Com isso, os riscos de fraturas aumentam, principalmente no quadril, costela e colo do fêmur. De acordo com a Fundação Internacional da Osteoporose, a doença atinge 10 milhões de brasileiros e deve crescer 32% até 2050 no País. Diante deste cenário, o reumatologista na Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Dr. Levi Jales Neto, esclarece os principais mitos e verdades sobre a doença:

MITO ou VERDADE: apenas as mulheres desenvolvem a osteoporose

MITO. Homens também têm osteoporose, sendo prevalente após os 70 anos. Segundo a Fundação Internacional da Osteoporose, uma em cada três mulheres acima de 50 anos terá osteoporose. Entre os homens, o índice é de um em cinco. A chance entre as mulheres é maior por causa da diminuição de alguns hormônios após menopausa.

MITO ou VERDADE: apenas os laticínios são fontes boas de cálcio

MITO. Existe cálcio também de origem vegetal. Como nozes, sementes, alho e vegetais de folha verde escura. É importante a consulta com o nutricionista para adaptar fontes variadas de cálcio no cardápio.

MITO ou VERDADE: hábitos alimentares ruins na infância podem influenciar

VERDADE. A massa óssea é formada na infância e adolescência e necessita do cálcio e da vitamina D para sua formação, geralmente proveniente de uma dieta equilibrada e exposição solar.

MITO ou VERDADE: é arriscado praticar atividades físicas

MITO. Somente as atividades de elevado impacto e atividades com flexão da coluna podem aumentar a incidência de fratura.

MITO ou VERDADE: osteoporose pode ser uma doença silenciosa

VERDADE. A maioria dos casos de osteoporose só é diagnosticada após a fratura, porque não apresentam sintomas. Por isso, é necessária a investigação com densitometria óssea durante os exames anuais para tratarmos preventivamente.

MITO ou VERDADE: osteoporose não possui cura e tratamento

MITO. Apesar de não haver cura, existem diversos tratamentos incluindo medicamentos e medidas não medicamentosas. O tratamento depende de cada paciente, por isso é fundamental acompanhamento médico.

MITO ou VERDADE: alimentação e exercícios físicos são formas de prevenção

VERDADE. Diversos estudos comprovam essas medidas como prevenção. Por isso, é fundamental a inclusão de alimentos ricos em cálcio na dieta, além de manter uma alimentação equilibrada. Já a atividade física exerce pressão sob o tecido ósseo, estimulando sua formação e rigidez. Sem contar o desenvolvimento do reflexo e equilíbrio, prevenindo quedas.

Fonte: Guia da Farmácia

Link : https://guiadafarmacia.com.br/mitos-e-verdades-sobre-a-osteoporose/

Veja também

Segurança do paciente: pratique essa ideia!10/09 Dia Mundial da Segurança do Paciente, comemorado em 17 de setembro, chama atenção para a importância da qualidade da assistência à saúde prestada. Segurança do paciente: uma prioridade de saúde global. Esse é o tema da campanha deste ano do Dia Mundial da Segurança do Paciente, comemorado em 17 de setembro. O objetivo é mobilizar pacientes, profissionais de saúde, formuladores de políticas, pesquisadores, redes......
Junho Vermelho: campanha destaca a importância da doação de sangue06/06 O mês de junho é tipicamente o período que as temperaturas começam a cair, propiciando aumento da incidência de infecções respiratórias, além da temporada de provas em universidades, escolas e do início das férias escolares. Por isso é o período em que se......
Anvisa orienta sobre protocolização e fila expedientes18/04 Graças a mais uma evolução no Sistema de Peticionamento Eletrônico da Anvisa, os documentos submetidos à análise da Gerência Geral de Tecnologia de Produtos para Saúde são peticionados e protocolizados eletronicamente desde a última segunda-feira......

Voltar para Notícias