Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 18 de Abril de 2019 às 09h41

Mitos e verdades sobre osteoporose

Doença já acomete 10 milhões de brasileiros

A osteoporose é uma patologia que acelera a perda de massa óssea, deixando os ossos mais frágeis e porosos. Ela costuma surgir na terceira idade e provoca a diminuição da absorção de minerais e de cálcio. Com isso, os riscos de fraturas aumentam, principalmente no quadril, costela e colo do fêmur. De acordo com a Fundação Internacional da Osteoporose, a doença atinge 10 milhões de brasileiros e deve crescer 32% até 2050 no País. Diante deste cenário, o reumatologista na Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Dr. Levi Jales Neto, esclarece os principais mitos e verdades sobre a doença:

MITO ou VERDADE: apenas as mulheres desenvolvem a osteoporose

MITO. Homens também têm osteoporose, sendo prevalente após os 70 anos. Segundo a Fundação Internacional da Osteoporose, uma em cada três mulheres acima de 50 anos terá osteoporose. Entre os homens, o índice é de um em cinco. A chance entre as mulheres é maior por causa da diminuição de alguns hormônios após menopausa.

MITO ou VERDADE: apenas os laticínios são fontes boas de cálcio

MITO. Existe cálcio também de origem vegetal. Como nozes, sementes, alho e vegetais de folha verde escura. É importante a consulta com o nutricionista para adaptar fontes variadas de cálcio no cardápio.

MITO ou VERDADE: hábitos alimentares ruins na infância podem influenciar

VERDADE. A massa óssea é formada na infância e adolescência e necessita do cálcio e da vitamina D para sua formação, geralmente proveniente de uma dieta equilibrada e exposição solar.

MITO ou VERDADE: é arriscado praticar atividades físicas

MITO. Somente as atividades de elevado impacto e atividades com flexão da coluna podem aumentar a incidência de fratura.

MITO ou VERDADE: osteoporose pode ser uma doença silenciosa

VERDADE. A maioria dos casos de osteoporose só é diagnosticada após a fratura, porque não apresentam sintomas. Por isso, é necessária a investigação com densitometria óssea durante os exames anuais para tratarmos preventivamente.

MITO ou VERDADE: osteoporose não possui cura e tratamento

MITO. Apesar de não haver cura, existem diversos tratamentos incluindo medicamentos e medidas não medicamentosas. O tratamento depende de cada paciente, por isso é fundamental acompanhamento médico.

MITO ou VERDADE: alimentação e exercícios físicos são formas de prevenção

VERDADE. Diversos estudos comprovam essas medidas como prevenção. Por isso, é fundamental a inclusão de alimentos ricos em cálcio na dieta, além de manter uma alimentação equilibrada. Já a atividade física exerce pressão sob o tecido ósseo, estimulando sua formação e rigidez. Sem contar o desenvolvimento do reflexo e equilíbrio, prevenindo quedas.

Fonte: Guia da Farmácia

Link : https://guiadafarmacia.com.br/mitos-e-verdades-sobre-a-osteoporose/

Veja também

Saiba mais sobre nutrição enteral e fórmulas infantis21/06/19 Novos documentos orientativos sobre os regulamentos dessas categorias de alimentos podem ser consultados no portal da Anvisa A Anvisa informa ao setor regulado que já estão disponíveis para consulta a 2ª edição da publicação Perguntas e Respostas sobre Fórmulas para Nutrição Enteral e a 3ª edição do documento com Perguntas e Respostas sobre Fórmulas Infantis. De acordo com a Gerência Geral de Alimentos......
Remédios podem subir até 4,46%18/03/19 O preço dos medicamentos pode ter aumento Ide até 4,46% no fim deste mês, de acordo com estimativa realizada pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). O reajuste é previsto, todos os anos, para 31 de março. Com a proximidade da data,......
Homens representam 1% do total de casos de câncer de mama no Brasil10/10/19 Para cada 100 mulheres diagnosticadas com câncer de mama, existe um homem atingido pela doença. Isso significa que os homens representam 1% do total de casos de câncer de mama no Brasil. A médica Fabiana Tonelotto, chefe do Serviço de Mastologia do......

Voltar para Notícias