Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 22 de Maio de 2019 às 08h00

O app de quem não tem plano

Pelos cálculos do Minis-tério da Saúde, uma consulta médica pelo SUS pode demorar mais de 12 meses em várias regiões do País. Ao descobrir isso, o empresário Felipe Burattini decidiu criar uma plataforma com o objetivo desburocratizar a saúde. Foi aí que nasceu o Dandelin, aplicativo que promove agendamento de consultas com base em economia compartilhada, socializando os custos entre todos os membros de sua comunidade. A mensalidade nunca ultrapassa o valor de R$ 100 por usuário e não há limite para atendimentos médicos. ?Percebemos a dificuldade das pessoas que não têm condições de ter planos de saúde possuem em relação ao SUS. A Dandelin veio para auxiliar essa grande parcela da população. Já contamos com 2.400 usuários e mais de 600 médicos cadastrados?, diz Burattini.

Fonte: Isto é Dinheiro
Link: https://www.istoedinheiro.com.br/o-app-de-quem-nao-tem-plano/

Veja também

No Sindusfarma, Anvisa atualiza empresas sobre piloto da rastreabilidade18/03/19 A convite do Sindusfarma, o assessor da GGMON/Anvisa Cristiano Gregis prestou informações sobre o projeto piloto do sistema de rastreabilidade de medicamentos, baseado em tecnologias de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados em toda a cadeia farmacêutica, que faz parte do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM). O encontro se realizou na terça-feira (12). ?No momento, estão sendo......
Julho Amarelo conscientiza brasileiros sobre sintomas do sarcoma23/07/19 O sarcoma, um tipo de câncer que pode acometer os tecidos moles, como músculo, gordura, tecido conjuntivo ou ósseo, normalmente é diagnosticado tardiamente por falta de conhecimento sobre o tema. Os principais sintomas, que são dores no corpo, são comuns a......
Goiás terá quase R$ 1 bilhão em investimentos industriais26/03/19 O programa Produzir, vinculado à Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços, aprovou, em reunião ordinária, novos projetos que preveem investimentos industriais no Estado. A segunda reunião ordinária, de 2019, do Conselho Deliberativo do Programa......

Voltar para Notícias