Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 05 de Junho de 2019 às 16h33

Proibidos alimentos com Moringa oleifera

Decisão baseia-se no fato de não haver avaliação e comprovação de segurança do uso da espécie Moringa oleifera em alimentos.

A Anvisa proibiu, nesta terça-feira (4/6), a fabricação, a importação, a comercialização, a propaganda e a distribuição de todos os alimentos que contenham Moringa oleifera, uma planta da família Moringaceae. A medida, que é válida para todo o território nacional, abrange tanto alimentos que contenham a Moringa oleifera como constituinte, em quaisquer formas de apresentação, como chá, cápsulas etc., quanto o próprio insumo.

A medida foi motivada pelo fato de não haver avaliação e comprovação de segurança do uso da espécie Moringa oleifera em alimentos. Além disso, foi constatado que há inúmeros produtos denominados e/ou constituídos de Moringa oleifera que vêm sendo irregularmente comercializados e divulgados com diversas alegações terapêuticas não permitidas para alimentos, como por exemplo: cura de câncer, tratamento de diabetes e de doenças cardiovasculares, entre muitas outras.

A Anvisa orienta que os cidadãos que adquiriram alimentos com Moringa oleifera não façam uso deles. Denúncias sobre a comercialização desses produtos podem ser feitas diretamente para as autoridades sanitárias locais ou para a própria Anvisa, por meio dos canais de atendimento da Agência.

As infrações sanitárias para estabelecimentos que realizam a venda irregular desses produtos estão descritas na Lei 6.437/1977. As multas variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.

Link: http://portal.anvisa.gov.br/noticias

Veja também

Especialista enfatiza prioridade na regulamentação da telemedicina28/05/19 A telemedicina muda o modelo de negócio, a remuneração e toda a cadeia da saúde. 2019 é o ano da virada. Estima-se que de 20 a 25% das consultas serão feitas remotamente nos próximos 5 anos. A preocupação desse ano é resolver a questão da consulta remota, telemedicina, estabelecer um relacionamento remoto entre o médico e o paciente. Em SP já existem 3 mil médicos atuando dessa forma. Essa é a opinião de......
Economia em medicamentos: pesquisa aponta busca por opções mais baratas11/07/19 Os clientes das farmácias estão cada vez mais aceitando os medicamentos genéricos. Esse é o resultado de uma pesquisa recente realizada pelo IFEPEC (Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Corporativa) em parceria com a Unicamp com 4.000 consumidores de......
Genéricos proporcionam economia de R$ 130 bilhões23/04/19 A economia que os genéricos trazem à população é indiscutível. Eles atuam como regulador de preços, favorecendo o consumidor Desde que chegaram ao mercado, em 1999, os genéricos já proporcionaram, aos brasileiros, uma economia de mais de R$ 106 bilhões em......

Voltar para Notícias