Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 10 de Setembro de 2019 às 08h43

Tecnologias alteram consumo no varejo farmacêutico

A principal alteração de consumo no varejo farmacêutico causada pela tecnologia é a automação do processo de compra. Ao invés de ir até o estabelecimento é possível enviar os itens necessários para o consumidor antes de ele ter a necessidade

As tecnologias podem influenciar a forma de consumo no varejo farmacêutico. A principal transformação em curto prazo talvez seja na automação do processo de compra. Ou seja, ao invés de ir até o estabelecimento para comprar seus medicamentos, é possível, por meio da coleta de dados, enviar os itens necessários para o consumidor antes de ele ter a necessidade.

Sabendo quantas pessoas precisarão dos produtos, é possível racionalizar o estoque. Assim, consequentemente, reduzir o tamanho físico das farmácias, otimizar a produção e, possivelmente, diminuir os preços dos medicamentos.

De acordo com o diretor da Digital Law of Attraction, Fernando Cascardo, a saúde é uma das prioridades para o consumidor. Dessa forma, 75% da população modifica sua dieta para cuidar da saúde, 63% busca perder peso fazendo exercícios e 80% seleciona ativamente alimentos que ajudem a prevenir problemas de saúde.

Dados como esses ajudam o setor a crescer em diversas frentes, tanto de tecnologia, novos produtos, equipamentos e em inovações de medicina preditivas. Assim, entre as plataformas mais conhecidas, estão prontuário e receituário eletrônicos; exames remotos; automação da jornada do paciente; agenda do médico; aplicativos de bem-estar; entre outros.

Fonte: Guia da Farmácia

Veja também

Público masculino vem ganhando espaço no mercado de HPC, diz Abihpec30/08/19 A Abihpec confirma tendência de que o público masculino está cada vez mais preocupado com os cuidados pessoais e mantém empresas atentas ao seu comportamento de consumo Preocupado com a saúde e com o bem-estar, o público masculino vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de produtos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPC). Assim, fazendo com que as empresas do setor concentrem sua atenção neste......
O efeito do acordo de livre-comércio nos medicamentos genéricos09/07/19 As exigências da União Europeia para o acordo podem prejudicar a produção de medicamentos genéricos no Brasil Apesar das inegáveis vantagens, o acordo de livre comércio do Mercado Comum do Sul (Mercosul) com a União Europeia (UE) pode prejudicar a produção......
Remédios podem passar a ter venda fracionada obrigatória08/04/19 A venda fracionada de remédios pode se tornar obrigatória. O projeto que trata do assunto (PLS 98/2017) está na pauta da Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC), que tem reunião marcada para a próxima......

Voltar para Notícias