Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 25 de Abril de 2019 às 10h09

Vacinação contra a gripe antes do inverno traz benefícios à saúde

Todas as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários devem fazer a vacina contra a gripe antes da chegada do inverno. A orientação é do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde (SES) em virtude do tempo que leva para que os anticorpos gerem a proteção necessária.

A campanha começou dia 10 deste mês para crianças e gestantes, sendo aberta para os demais públicos elegíveis nesta segunda-feira (22). No total, são 3,8 milhões de gaúchos elegíveis para a vacinação, sendo que mais de 270 mil pessoas já se vacinaram contra a gripe neste ano no RS.

Além dos órgãos governamentais, a recomendação é apoiada pela Sociedade Brasileira de Imunizações. O presidente da entidade, Juarez Cunha, explica que a vacina age na pessoa como se fosse a doença natural, só que sem causar o quadro clínico e os sintomas. ?Quando tu tem uma gripe, o teu organismo cria anticorpos para combater o vírus. Após a vacina, o organismo identifica o vírus e também produz esses anticorpos, que permanecerão ativos no sistema imunológico por um período?, explica. ?Assim, quando tu tiver contato com o vírus, tu já vai ter a proteção produzida?, completa. Segundo o médico, para essa proteção começar a ser efetiva, leva em torno de 15 dias após a aplicação, enquanto o maior efeito chega cerca de um mês após a aplicação.

A enfermeira responsável pela vigilância da influenza no Centro Estadual de Vigilância em Saúde, Letícia Garay Martins, também salienta que é importante se vacinar agora, durante a campanha e não depois. ?A vacina tem esse tempo de, ao menos, duas semanas, para que gerar esses anticorpos, que serão o que irá nos proteger das doenças?, afirma. ?Por isso procuramos fazer a vacinação da população o quanto antes seja possível, antes do inverno começar e é quando temos a circulação mais intensa do vírus influenza?, comenta.

Por esse motivo a campanha que ocorre no Brasil inicia geralmente em abril, que é quando os laboratórios produtores da vacina conseguem começar a entregar as doses atualizadas com os vírus que mais circularam na temporada anterior.

População dos grupos no RS

Crianças (maiores de 6 meses e menores de 6 anos): 735 mil

Gestantes: 106 mil

Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto): 17 mil

Trabalhadores da área da saúde: 316 mil

Povos indígenas: 25 mil

Pessoas acima dos 60 anos: 1 milhão e 470 mil

Professores: 110 mil

Sistema prisional (funcionários e apenados): 42 mil

Forças de segurança e salvamento: 61,2 mil

Pessoas com comorbidades*: 970 mil

* Doenças crônicas respiratórias, cardíacas, renais, neurológicas ou hepática; diabetes; imunossupressão; obesidade; transplantados ou pessoas com trissomias

TOTAL: 3.850.107

Fonte: Secretaria da Saúde
Link: https://saude.rs.gov.br/vacinacao-contra-a-gripe-antes-do-inverno-traz-beneficios-a-saude

Veja também

Saiba como se prevenir da gripe15/03/19 A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a gripe um dos grandes desafios da saúde, que afeta todos os países. Por isso, todas as medidas de prevenção e controle devem ser adotadas, sendo a vacinação, a maneira mais eficaz de prevenir a doença, aliada à estratégia de tratamento com antiviral e a adoção de etiqueta respiratória e hábitos saudáveis. Mas o que é etiqueta respiratória? São medidas simples que......
Endometriose: causa pode estar associada ao desequilíbrio bacteriano10/04/19 A endometriose é uma doença que afeta aproximadamente 10% a 15% da população feminina em idade fértil no Brasil. Apesar disso, os agentes envolvidos no surgimento do problema ainda não foram totalmente explicados. Agora, um novo estudo publicado no periódico......
Conheça as características e aprenda mais sobre o Autismo02/04/19 Segundo a Organização Mundial de Saúde, 70 milhões de pessoas em todo o mundo são autistas. Dificuldade para interação social, dificuldade com a linguagem e comportamento repetitivo e restritivo. Estas são as principais características de quem convive com......

Voltar para Notícias