Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 12 de Junho de 2019 às 08h03

Anvisa aprova duas consultas públicas para Cannabis medicinal

As duas propostas de Resoluções da Diretoria Colegiada (RDCs) que entrarão em consulta foram produzidas a partir de estudos e evidências científicas sobre o benefício terapêutico de medicamentos feitos à base da planta.

Uma delas trata dos requisitos técnicos e administrativos para o cultivo da planta por empresas farmacêuticas, única e exclusivamente para fins medicinais e científicos. A outra traz os procedimentos para o registro e monitoramento de medicamentos produzidos à base de Cannabis spp., seus derivados e análogos sintéticos.

As regras preveem o monitoramento e a rastreabilidade dos medicamentos, desde o produtor, passando pelo transportador e drogarias, até o paciente. Portanto, a regulação será rigorosa quanto à cadeia de produção, distribuição e consumo dos medicamentos produzidos.

De acordo com a Anvisa, as normas serão aplicáveis apenas a medicamentos cuja indicação terapêutica seja restrita a pacientes com doenças debilitantes graves e/ou que ameacem a vida e sem alternativa terapêutica.

Com a aprovação das consultas públicas pela Dicol, o próximo passo é fazer o trâmite de encaminhamento dos documentos para publicação no Diário Oficial da União (D.O.U). As consultas serão abertas a contribuições de empresas, universidades, órgãos de governo e de defesa do consumidor, além de profissionais de saúde e da população em geral.

Veja também

Novo Código de Ética Médica entra em vigor na próxima terça-feira24/04/19 Norma mantém autonomia do paciente, mas não regula telemedicina Respeito à autonomia do paciente, inclusive aqueles em fase terminal; preservação do sigilo profissional; direito de exercer a profissão de acordo com a consciência; e possibilidade de recusa de atender em locais com condições precárias são alguns dos pontos previstos no novo Código de Ética Médica, apresentado hoje (23) pelo Conselho Federal de......
Número total de agrotóxicos liberados em 2019 já soma quase 30025/07/19 Segundo o Greenpeace, de todos produtos liberados até agora, 32% são de agrotóxicos não permitidos na União Européia. Mantendo o ritmo recorde de aprovações de agrotóxicos, o governo liberou, nesta segunda-feira, mais 51 venenos no mercado brasileiro,......
Qualidade do ar na Grande São Paulo melhora nos últimos 10 anos23/07/19 A região metropolitana de São Paulo registrou melhora na qualidade do ar nos últimos 10anos, diz relatório divulgado hoje (18) Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). São, ao todo, 39 municípios, sendo que a capital, sozinha, tem uma frota de......

Voltar para Notícias