Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 05 de Abril de 2019 às 17h11

Governo vai liberar preços de medicamentos isentos de prescrição

Hoje, 30% desses produtos já têm preços livres

O governo decidiu liberar os preços de Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs), segundo reportagem divulgada, hoje, no Valor Online. Hoje, 30% desses produtos já têm preços livres. De acordo com a matéria, o plano é ampliar a lista, especialmente dos produtos onde há concorrência na fabricação, mas isso será feito de forma gradual, provavelmente em três etapas. Prazos e quantidades devem ser definidos em duas semanas, quando o comitê executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) voltar a se reunir.

?Começamos um processo de reconstrução de mercados, promovendo liberalização e, consequentemente, deixando a competição definir preços?, disse ao Valor o secretário-especial-adjunto de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Igor Calvet. A liberalização ocorre no momento em que as redes de farmácias estão acirrando a competição no País.
De acordo com o Globo Notícias, o secretário-executivo da CMED, Ricardo Santana, destacou que a medida de liberar os preços de medicamentos isentos de prescrição é saudável tanto do ponto de vista econômico como para o consumidor, inserindo-se no processo de desbucratização e maior eficiência regulatória do Estado. Ele destacou que há produtos em que há cerca de 40 empresas competindo e que os consumidores são atentos e buscarão opções melhor de preços. Disse, ainda, que o governo vai reforçar o monitoramento dos produtos e agirá para coibir movimentos que, eventualmente, prejudiquem o consumidor.

Fonte: Valor Online/ Globo Notícias
Link: https://guiadafarmacia.com.br/governo-vai-liberar-precos-de-medicamentos-isentos-de-prescricao/

Veja também

Anvisa aprova novo medicamento de ação prolongada para esquizofrenia06/05/19 Tratamento é o primeiro administrado em apenas quatro aplicações ao ano A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de aprovar um novo medicamento para esquizofrenia, desenvolvido pela Janssen, empresa farmacêutica da família de companhias Johnson & Johnson. O palmitato de paliperidona trimestral é a primeira injeção de ação prolongada que requer apenas quatro doses ao ano e, por isso, chega ao......
Descarte de medicamentos pode ter logística reversa obrigatória03/05/19 Comissão de Meio Ambiente aprovou o projeto, que também inclui embalagens A logística reversa obrigatória para o descarte de medicamentos e suas embalagens teve mais um avanço. A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou o projeto que inclui os medicamentos,......

Voltar para Notícias