Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 21 de Outubro de 2019 às 08h40

O descarte correto de medicamentos

O descarte correto de medicamentos auxilia na preservação ambiental, evitando a poluição do solo e dos rios

Sabe aquela cartela de comprimidos que está esquecida ?possivelmente até vencida? dentro de uma gaveta na sua casa? Como se desfazer dela?

Se a primeira coisa que vem à cabeça é jogar no ?lixo?, cuidado. Jogar remédios em lixeiras comuns ou em pias e privadas não é certo. O correto é encontrar um local adequado de descarte, como farmácias que têm posto de coleta.
Não são, porém, todas as farmácias ou unidades básicas de saúde que fazem a coleta. Pelo site Programa Descarte Consciente é possível encontrar locais que cuidam da coleta e destinação adequada ao remédio.

Descarte correto de medicamentos
Segundo o membro do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Éverton Borges, o descarte incorreto leva a danos ambientais, como contaminação de água, solo e animais, e gera risco de impacto em populações vulneráveis, como quem trabalha em lixões.

?Temos um consumo exagerado e irracional de medicamentos. Hoje é muito fácil adquiri-los, então há remédios em excesso, sem indicação. Acabamos com muitos medicamentos sobrando em casa?, diz Borges.

De acordo com o especialista, a indústria poderia facilitar o fracionamento dos medicamentos, evitando, dessa forma, que pacientes adquirissem embalagens maiores do que o necessário. Ele diz, contudo, que há resistência do setor para que haja a mudança.

Fonte: Guia da Farmácia

Veja também

Serviços clínicos nas farmácias apresentam crescimento de 62%29/08/19 No primeiro semestre de 2019, o número de consultas nos serviços clínicos cresceu 62% em relação ao mesmo período do ano passado Após o lançamento do programa da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), o Assistência Farmacêutica Avançada, em 2014, as salas clínicas vêm registrando um crescimento exponencial. Só no primeiro semestre de 2019, o número de consultas para serviços......
Inteligência artificial pode prever mortes prematuras, diz estudo16/04/19 Pesquisa em Nottingham diz que machine learning melhorará a saúde preventiva Um estudo realizado por especialistas da Universidade de Nottingham, na Inglaterra, indica que computadores que são capazes de prever mortes prematuras de humanos serão de grande......
Desafios da inovação no setor farmacêutico brasileiro24/09/19 No Brasil, o setor farmacêutico e de saúde ainda enfrentam muitos desafios para inovar. A burocracia e a falta de incentivo aos projetos influenciam negativamente nessa jornada Apesar de já existirem iniciativas de sucesso, o ambiente de inovação no Brasil......

Voltar para Notícias