Quero ser cliente
Central de Vendas 54 99694 8391
Postado em 25 de Março de 2019 às 08h50

Projeto de Lei sobre MIPs em supermercados é arquivado

Mais do que uma vitória para o mercado farmacêutico, uma conquista para a saúde da população. Após um ano de tramitação, a Câmara dos Deputados decidiu arquivar o Projeto de Lei nº 9482/2018. De autoria do parlamentar Ronaldo Martins (PRB-CE), a proposta autorizava a venda de medicamentos isentos de prescrição em supermercados e estabelecimentos similares.

A decisão ganhou força depois da audiência pública promovida em novembro de 2018 na Comissão de Seguridade Social e Família. Na ocasião, entidades como o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) expuseram os riscos da utilização indiscriminada dos remédios sem a possibilidade de orientação de um farmacêutico responsável ou assistência farmacêutica. A diretoria do CRF-SP, inclusive, protocolou um ofício na Comissão e entregou cópia do documento aos demais parlamentares.

?Esse é o resultado de uma ampla mobilização, que teve o apoio determinante de importantes atores do setor, especialmente das direções da Abrafarma e do Conselho Federal de Farmácia. Prevaleceram o bom senso e o cuidado com a segurança do paciente?, ressalta o presidente do conselho paulista, Marcos Machado. Além disso, os delegados regionais do Conselho viabilizaram 15 moções de repúdio publicadas por vereadores de municípios do interior paulista e dois projetos de lei para proibir a comercialização em supermercados nas cidades de Cerquilho e Presidente Venceslau.

O projeto foi protocolado na Câmara em fevereiro de 2018. Em 2012, uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de mesmo teor chegou a ser aprovada no Senado, mas posteriormente foi vetada pela então presidente Dilma Rousseff.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico
Link: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/03/22/projeto-de-lei-sobre-mips-em-supermercados-e-arquivado/

Veja também

Idosos que tomam vitamina D têm melhor memória, mas maior risco de queda15/03/19 Um estudo feito com mulheres idosas mostrou que a ingestão de três doses de vitamina D a mais do que a recomendação diária provocou uma melhora na memória e no aprendizado das voluntárias, mas piorou o tempo de reação delas. Os pesquisadores acreditam que tempo de reação mais lento pode aumentar o risco de queda entre os idosos. Com o consumo da vitamina D em alta entre idosos, a pesquisa, publicada no periódico......
IQVIA aponta os dez medicamentos de prescrição mais vendidos no mundo19/08/19 Glifage, Torsilax e Sinvastantina são alguns dos dez medicamentos de prescrição mais vendidos do mundo, segundo levantamento da IQVIA Um levantamento da IQVIA mostra os dez medicamentos de prescrição mais vendidos no mundo. O ranking inclui, em sua......
Justiça garante atuação do farmacêutico na citologia clínica15/04/19 A partir de agora, laudos realizados por esses profissionais devem ser aceitados O Conselho Federal de Medicina (CFM) deve se abster de impor restrição à atuação do farmacêutico na citologia clínica. Essa é a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª......

Voltar para Notícias